obras

SAGAL – O profeta do fim

 SAGAL O profeta do fim

A pretexto de ajudar um amigo, inspetor da Polícia Judiciária, Sagal envolve-se com uma seita religiosa apocalítica que anuncia a proximidade do fim do mundo, fazendo interpretações obscuras do calendário Maia, da Bíblia e das Profecias de Nostradamus.

Sagal confronta-se com a organização cujo líder denominado «Profeta» é auxiliado por assistentes que se intitulam bispos e pastores. Recrutam seguidores anunciando-lhes a salvação dos cataclismos por meio de cerimónias de iniciação com cobras venenosas e bebidas alucinogénias.

Infiltrando-se num templo e num retiro da seita nas montanhas, Sagal descobre crimes, manipulações e lavagens ao cérebro praticados pela seita religiosa para controlar a vontade dos crentes.

Actrizes desempregadas encenam milagres “levanta-te e anda” com cadeiras de rodas, manipulando a assistência, usando promessas de salvação e encontros com Deus a troco de dízimos e doações de bens, sempre “em nome do Senhor Jesus”.

Políticos corruptos traficam influências com a seita, concedendo favores e terrenos para instalação de templos. Em troca, recebem somas em dinheiro para promover a ascensão política. Os votos obtém-nos percorrendo bairros pobres com oferendas encenadas de eletrodomésticos para os adultos e bolachas para as crianças. Às famílias dos miseráveis que morrem oferecem caixões.

Editora:Porto Editora (2012)
Comprar: Wook

SAGAL – Um herói feito em África

 4 Sagal Um heroi feito em frica

Emiliano Salgado nasceu num bordel na Mouraria, em Lisboa. A mãe, prostituta, abandonou-o na paragem de autocarro. Cresceu no orfanato da Casa Pia e fugiu vivendo nas ruas, na marginalidade. A “tia“ Lola, dona do bordel, torna-se uma espécie de mãe adoptiva por quem Emiliano sente ternura. Às prostitutas do bordel considera-as as suas outras mães.

Para escapar da polícia, alista-se nos «Páras» e parte para África. Em Moçambique, na reacção a uma emboscada do inimigo na rampa do Sagal, na subida para o Planalto dos Macondes, Emiliano conquista o nome que o celebrizou: Leão do Sagal.

Após a independência, conhecido pelo seu nome de guerra, combate como mercenário com os sul-africanos na guerra civil de Angola. Comanda a equipa Zulu, uma unidade de reconhecimento. É ferido nas margens do rio Cunene num combate contra cubanos e forças do MPLA.

Regressa a Lisboa traumatizado, vivendo nas ruas como sem-abrigo. Um amigo leva-o para um mosteiro budista na serra algarvia. É ajudado a recuperar do passado de violência através de práticas zen, meditação e massagens shiatsu.

Volta a Lisboa e trabalha num supermercado. As mulheres atraem-no, envolve-se com elas sem se comprometer, mas defende-as e protege-as, sendo duro com quem as maltrata e viola.

Um assalto violento feito por numerosos bandidos ao supermercado desperta o Sagal guerrilheiro. Organiza a defesa do supermercado como se fosse um acampamento no mato cercado pelo inimigo, desbaratando os assaltantes.

A fama de Sagal expande-se. Pessoas e organizações com problemas que não resolvem pelas vias legais recorrem a Sagal para os solucionar. A sua vida nunca mais será a mesma.

Editora:Porto Editora (2012)
Comprar: Wook

Olhos de caçador

  • Escrito por Super User
  • Categoria: obras
  • Visitas: 1033

 2 Olhos de cacador bolso

É a história de um sobrevivente de nome Zé Fraga, soldado do Exército português mobilizado para a guerra colonial em Moçambique.

Com um passado de contrabandista e passador de emigrantes na fronteira, vivia de expedientes e pequenos golpes até ao dia em que é preso, alistado e mobilizado para África.

Tendo vivido do contrabando nas serranias das Beiras, o seu passado rústico faz dele um soldado mais adaptado que todos os outros à dureza do mato africano, sendo uma referência de coragem e liderança para os soldados da companhia. Mulherengo, brigão, malandro, é um sedutor, fazendo relacionamentos e amizades com facilidade. 

A morte criminosa de um oficial português durante uma emboscada, transforma Zé Fraga na testemunha-chave para que seja feita justiça, mas também o converte em vítima de tudo o que acontecerá depois.

Gravemente ferido, encontra na enfermeira do hospital os cuidados e a dedicação que, com o tempo, se transformará em paixão, permitindo-lhe sobreviver.

Editora:Sextante Editora (2007)
Comprar: Wook

António Brito

 

CONTACTO

Escreva-nos, diga o que pensa dos livros (história, personagens, enredo, estilo), a sua opinião é importante!...

António Brito nas Redes Sociais

siguenos en facebook siguenos en Twitter siguenos en Google+ Canal de youtube sígueme en Instagram