Irmãos de armas

Capa de IRMAOS DE ARMAS 

Um grupo de rapazes de origens humildes, com vidas duras durante a infância e a juventude, alistam-se e são mobilizados para Moçambique durante a guerra colonial. O seu líder, Alex Baldaia, a quem chamavam Príncipe por ler Nicolau Maquiavel, é destacado para comandar o grupo.

Treinados no Dondo como matilha de caçadores para viver na floresta no meio do inimigo, desenvolvem aptidões especiais que lhes permite persegui-lo e destrui-lo onde se encontra, dentro e fora das fronteiras.

Têm o nome de código de Rolling Stones, e durante meses actuam em todo o Norte e Oeste de Moçambique. Realizam acções de enorme violência que os vão transfigurar para sempre.

Quando são desmobilizados e largados no mundo, sentem-se perdidos sem o poder das armas que os fez crescer, incapazes de organizar a vida fora da guerra.

Treinados para combater, ninguém os treinou para viver em paz. À rotina e à banalidade dos dias sobrevém o desespero. Na adversidade que os consome, só as mulheres da sua vida os vão amparando, permanecendo ligadas a eles por laços de ternura e amor.

Editora: Clube do Autor (2016)
Comprar: Wook

António Brito

 

CONTACTO

Escreva-nos, diga o que pensa dos livros (história, personagens, enredo, estilo), a sua opinião é importante!...

António Brito nas Redes Sociais

siguenos en facebook siguenos en Twitter siguenos en Google+ Canal de youtube sígueme en Instagram